Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Beneficios dos Nutrientes Dicas de Saúde

4 Benefícios do Cloreto de sódio

Cloreto de sódio, mais conhecido como Sal, é um dos alimentos mais comuns e de grande importância para o organismo. Em condições normais, é um sólido cristalino e pode ser produzido das diversas formas: sal não refinado (como o sal marinho), sal refinado (sal de cozinha), e sal iodado.

No nosso organismo, o cloreto de sódio, ou sal, está envolvido principalmente na regulação da quantidade de água, juntamente com o potássio e, se consumido na medida correta, pode trazer diversos benefícios, especialmente ao coração.

Cloreto de sódio

A relação entre o sódio e o potássio na regulação da quantidade é inversa e, por isso, ambos devem ser consumidos na quantidade correta para proporcionarem equilíbrio às células. Enquanto que o sal retém os líquidos, o potássio provoca sua excreção e por isso, um nunca deve estar sem o outro. Essa dupla também trabalha na contração dos músculos e no fornecimento de energia para todo o corpo.

 

Onde pode ser encontrado?

Basicamente, o cloreto de sódio é encontrado no mar, porém, também existem rios, lagos e riachos de água salgada. Ele é retirado através da evaporação da água ou de processos de decantação / centrifugação e secagem / peneiramento. Para uso doméstico, pode-se encontrar o sal refinado e não refinado nos supermercados e lojas de produtos naturais. Atualmente, o sal também pode ser consumido em alimentos condimentados.

Além de sua principal fonte, o sal, o sódio também pode ser encontrado em alimentos salgados. Como seus benefícios ocorrem em combinação com o potássio, este pode ser consumido em sementes de girassol torradas, abacate, amêndoas, espinafre, batata, beterraba, brócolis, aipo, iogurte desnatado e banana.

Cloreto de sódio

Quais são os benefícios do sal?

Hidratação: Certamente você já deve ter experimentado em algum momento o soro caseiro, como substância para reidratar o corpo em caso de diarreias, vômitos, desidratações outras. O soro nada mais é do que o sódio e potássio diluídos em água. Essa dupla no organismo restabelece o equilíbrio da hidratação das células, mantendo-as nos níveis corretos de água.

Coração: O equilíbrio da dupla sódio e potássio são essenciais para que hajam as contrações musculares, incluindo o ritmo cardíaco. A Ausência do cloreto de sódio pode provocar uma arritmia cardíaca.

Combate a fadiga: O sódio atua também no fornecimento de energia para o organismo, uma vez que ele participa do metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras, quebrando suas moléculas e transformando-as em energia.

Combate diarreias: por ser uma substância que trabalha na retenção de líquidos, o sódio é uma ferramenta excelente no combate a diarreias.  Quando há crises de diarreias ou vômitos, as pessoas tendem a perder sódio e potássio e, por isso, essas substâncias devem ser repostas através do soro fisiológico.

 

Qual é a quantidade recomendada de sódio?

A quantidade diária recomendada do cloreto de sódio é de 5 gramas. O ideal é que dessa quantidade, 3 gramas sejam provenientes do sal de cozinha e outras 2 gramas de alimentos salgados, porém, infelizmente, esse consumo é ultrapassado pela maioria da população, sendo uma média de 12 gramas. Deve-se atentar para não se ultrapassar a quantidade diária de cloreto de sódio, pois seu excesso pode causar retenção de líquidos, sede constante, irritabilidade, pressão alta, estresse e problemas cardíacos.

Um dos maiores motivos para as pessoas ultrapassarem a quantidade de cloreto de sódio ingerida são os alimentos industrializados, enlatados, em conserva (sal), frituras e fast foods.

 

Deficiência de sódio

A deficiência de cloreto de sódio no organismo pode levar a quadros de desidratação, fraqueza muscular, arritmia cardíaca, baixa pressão sanguínea, enjoos, fadiga constante e pensamento lento.

É muito raro ocorrer deficiência de sódio, uma vez que ele está presente em grande parte dos alimentos consumidos, na verdade, a nossa maior dificuldade está no excesso do consumo.

 

 

Gostou deste artigo? Para ver mais artigos interessantes como este Clique Aqui!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.