Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Doenças

Sintomas da pancreatite – Remédios mais indicados e principais causas

A pancreatite, como o próprio nome sugere, é uma inflamação que atinge o pâncreas. Ela é classificada em dois tipos: A pancreatite aguda e pancreatite crônica, que apesar de serem semelhantes, trazem pontos distintos, tais como a duração.

Sintomas da pancreatite

Veja a seguir os sintomas dos dois tipos de pancreatite:

Pancreatite aguda: Seu principal sintoma está ligado à intensa dor no abdome, que surge de forma abrupta. Esta dor pode vir a afetar as costas também. Além da dor nas regiões, os sintomas da pancreatite aguda são os enjoos constantes acompanhados de vômitos e a icterícia.

Sintomas da pancreatite

Pancreatite crônica: Traz os mesmos sintomas da pancreatite aguda, além de indícios extras, como a diarreia, onde as fezes contêm maior gordura e odor. O emagrecimento repentino e sem esforço também é bastante recorrente.

Um alerta importante a respeito da pancreatite é que os pacientes que sofrem dela (independente do tipo) podem vir a desenvolver diabetes tipo 2, uma vez que o pâncreas perde a sua capacidade de produzir insulina.

Tratamento para pancreatite

A pancreatite possui apenas uma única forma de tratamento, que é a internação hospitalar e acompanhamento médico. O paciente deve ser mantido em jejum e é hidratado por líquidos intravenosos.

Durante o tratamento, podem ser realizados alguns processos, tais como a drenagem do líquido que se acumula no órgão e ao seu redor e a remoção de conteúdo do estômago. Dependendo da gravidade da inflamação, é necessária a realização de uma cirurgia.

Remédios mais indicados

Infelizmente não existe nenhum remédio que consiga desinflamar o pâncreas. Isso porque o próprio organismo é capaz de se encarregar da desinflamação, exceto em casos em que há a necessidade da intervenção cirúrgica.

Como não há nenhum medicamento voltado a esta inflamação, a internação e tratamento hospitalar se fazem fundamentais.

Apesar de não haver remédios específicos para a pancreatite, o paciente pode consumir alguns analgésicos para fins de alívio da dor. Todavia, é importante consultar um médico, para que não haja complicações posteriores.

Eventualmente também são prescritos enzimas pancreáticas e remédios específicos para pessoas diabéticas.

Sintomas da pancreatite

É necessário ressaltar que um indivíduo que esteja com suspeitas de pancreatite realize a automedicação. Isso também é válido para pacientes que já foram diagnosticados com a inflamação por médios. O motivo da automedicação não ser recomendada é que, ao invés de tratar a pancreatite, o paciente pode acabar agravando o quadro, caso o medicamento não seja apropriado.

Desta forma, jamais deixe de procurar ajuda médica e avaliar o remédio certo (e se há a necessidade dele, dependendo do caso, como já explicado anteriormente).

Diagnóstico

O diagnóstico da inflamação é realizado por meio da avaliação dos sintomas que o paciente descreve ao médico, além da concretização de exames clínicos como os de sangue, tomografia computadorizada, raio X, ressonância magnética e ultrassom abdominal ou endoscópica.

E caso você não saiba que é o médico especialista na doença, o profissional é o gastroenterologista. Somente este médico pode solicitar os exames corretos, de acordo com os sintomas relatados. Todavia, se você não tiver acesso a nenhum gastroenterologista, um profissional de clínico geral também pode identificar e fazer o diagnóstico da pancreatite.

Principais causas

Dentre as principais causas da pancreatite (seja a aguda ou a crônica), a mais comum é quando o suco pancreático não é liberado pelo órgão, sendo mantido ali, e assim gerando inflamações e dores.

Além do mais, vale ressaltar que existem outros fatores que podem desencadear no surgimento da inflamação, como por exemplo, consumo excessivo de álcool, infecções virais, fibrose cística, doenças autoimunes, cálculos biliares, Síndrome de Kawasaki e Síndrome de Reye.

Gostou deste artigo? Para ver mais artigos interessantes como este Clique Aqui!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.