Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Cantora Thaeme recorre a alternativa natural para acelerar a queima de gorduras

Dicas de Saúde

Domperidona: Como Usar? Contraindicações? Quem Pode Tomar?

O Domperidona é um medicamento muito indicado para o tratamento de pessoas com problemas de desconfortos estomacais, tais como azia, flatulência, queimação, vômitos e náuseas.

As pessoas que consomem este remédio percebem que o alimento passa de forma mais rápida e fácil pelo estomago e esôfago até encontrar o intestino. Com isso, irá diminuir os refluxos gastrointestinais entre outros problemas que estão associados.

NOMES COMERCIAIS

Caso você queira comprar na farmácia, provavelmente você não encontrará o Domperidona por este nome, certamente encontrará o medicamento com um de seus nomes comerciais, conheça quais são:

  • Dompgram,
  • Dompliv,
  • Domperix,
  • Motilium,
  • Molidon,
  • Motiridona,
  • Peridona,

COMPOSIÇÃO

O medicamento é composto pelas seguintes substancias: celulose microcristalina, carboximetilcelulose sódica, citrato de sódio di-hidratado, edetato dissódicodi-hidratado, glicerol, goma xantana, metilparabeno, polissorbato 60, propilparabeno, sacarina sódica di-hidratada, simeticona, sorbitol, água purificada.

Domperidona

COMO USAR?

O Domperidona é um medicamento que deve ser consumido via oral, ele é vendido na forma de comprimidos, ou como também pode ser chamado de drágeas. Outra possibilidade é o injetável, pouco utilizado, qual deve ser aplicado por meio de seringa descartável.

O ideal é consumir o medicamento antes das refeições, pois assim o corpo irá absorver melhor o remédio.

CONTRAINDICAÇÕES

Os medicamentos possuem certas restrições, as quais constam na bula do remédio. Abaixo estão as contraindicações do Domperidona:

  • Pessoas com alergia a um dos componentes;
  • Sofre de prolactinoma;
  • Ter hemorragias gastrointestinais;
  • Pacientes com insuficiência renal ou no fígado;
  • Arritmias
  • Palpitações;
  • Cólicas severas;
  • Intolerância à lactose;
  • Grávidas e lactantes;
  • Fezes constantes escuras ou dores de estômago frequentes;

COMO DEVO USAR A DOMPERIDONA?

  • Adultos e adolescentes (acima de 12 aos de idade e peso maior do que 35 kg): de 30 mg/dia até 80 mg, com duração máxima de 4 semanas. Tome 1 comprimido de 10mg 3 vezes ao dia, 15 a 30 minutos antes das refeições e, preciso ministre 10 mg (1 comprimido) ao deitar, respeitando a dose diária máxima de 80 mg (8 comprimidos de 10 mg). Se os resultados forem ineficazes a dose diária pode ser aumentada progressivamente até o máximo de 80 mg (8 comprimidos).
  • Adultos e crianças (a partir de 12 anos e 35 kg): no máximo 30 mg/dia, podendo ser aumentada até 80 mg., com duração máxima de 4 semanas. Tome 10 mg (1 comprimido) 3 vezes ao dia, antes das refeições e ao deitar.
  • Crianças com menos de 35Kg não devem tomar.

EFEITOS COLATERAIS OU REAÇÕES ADVERSAS

Domperidona

  • Distúrbios psiquiátricos: depressão, ansiedade, diminuição da libido/perda da libido;
  • Distúrbios do sistema nervoso: cefaleia, sonolência, acatisia;
  • Distúrbios gastrintestinais: diarreia;
  • Distúrbios da pele e do tecido subcutâneo: erupção cutânea, prurido;
  • Distúrbios do sistema reprodutivo e das mamas: aumento das mamas/ginecomastia, sensibilidade das mamas ao toque, galactorreia, amenorreia, dor nas mamas, menstruação irregular, distúrbios da lactação.
  • Distúrbios gerais e condições no local da administração: astenia.
  • Distúrbios do sistema imune: hipersensibilidade;
  • Distúrbios da pele e do tecido subcutâneo: urticária;
  • Distúrbios do sistema reprodutivo e das mamas: descarga mamilar, inchaço das mamas.
  • Distúrbios do sistema imune: reação anafilática (incluindo choque anafilático);
  • Distúrbios psiquiátricos: agitação, nervosismo;
  • Distúrbios do sistema nervoso: tontura, distúrbios extrapiramidais, convulsão.
  • Distúrbios cardíacos: morte cardíaca súbita, arritmia ventricular grave;
  • Distúrbios da pele e do tecido subcutâneo: angioedema;
  • Distúrbios renal e urinário: retenção urinária

 

SUPERDOSE OU USO DE DOSE MAIOR DO QUE A INDICADA

  • Agitação;
  • Alterações no estado de consciência;
  • Convulsões;
  • Estado confusional;
  • Movimentos descontrolados.
  • Sonolência;

QUANTO CUSTA A DOMPERIDONA?

Nas farmácias é possível encontrar o remédio no valor de doze a vinte e quatro reais, dependendo de sua forma e quantidade. Por isso é importante pesquisar os preços em cada ponto de venda.

Gostou deste artigo? Para ver mais artigos interessantes como este Clique Aqui!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.