Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Cantora Thaeme recorre a alternativa natural para acelerar a queima de gorduras

Dicas de Saúde

Dor nas coluna – Como aliviar, Exercícios passo a passo, Remédios e dicas de tratamento

Por se tratar do eixo central do corpo, a coluna vertebral age em quase todas as nossas ações e movimentos.  Ela tem como função, também, ser o duto de feixes nervosos, os quais fazem a conexão de diferentes órgãos ao cérebro.

Por isso que a tão famosa dor na coluna é motivo de incomodo para muita gente, isto porque ela pode ser originada nas articulações, a partir dos ossos, na musculatura, nos nervos e em qualquer outra parte de nosso organismo. A dor pode ser sentida no pescoço e se irradiar para os braços, e na coluna lombar e descer em direção as pernas.

Nos dias de hoje, a dor na coluna tem sido uma realidade para muitas pessoas. Para se ter uma noção do quanto essa dor tem trazido incômodos, aproximadamente 90% da população de adultos nos Estados Unidos já sofreu com dor de coluna.

A doença conhecida como lombalgia (dor na região lombar) é considerada a quinta causa da procura por médicos nos EUA.

CAUSAS DA DOR NA COLUNA

Existem diferentes fatores que resultam nas dores de coluna, dentre elas, as mais conhecidas são:

  1. O estresse,
  2. A má postura,
  3. Os movimentos repetitivos
  4. O sedentarismo.

De modo geral, os desconfortos na coluna são o reflexo de maus hábitos ou podem indicar uma doença com maior gravidade, tais como artrose, hérnia de disco e lombalgia.

Por outro lado, o motivo de uma dor na coluna pode estar associada a forma como carregamos certos objetos que são pesados. Quando levantamos um peso do chão, o correto é flexionar os dois joelhos para que o peso seja distribuído entre a coluna e as pernas.

No caso de mochilas, sacolas e malas pesadas que possuem alça de lado, possivelmente provocam dores na coluna.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a dor na coluna é culpada por quase um terço das ausências no trabalho aqui em nosso país. Nos casos em que a dor durar tempo superior a três meses, é recomendado a busca por um ortopedista o qual dará um diagnóstico preciso.

 

TRATAMENTO 

Normalmente, a dor na costa se trata com analgésicos, anti-inflamatórios e fisioterapia, porém, somente com a indicação médica. Existem, também, outras possibilidades de tratamento, tal como a acupuntura.

A acupuntura é o uso de agulhas que agem em diferentes pontos da pele esses pontos são estimulados a liberarem no cérebro e na medula certas substâncias como a endorfinas e a encefalinas, que atuam como analgésicos.

Além da acupuntura para tratar a dor, temos também o RPG, técnica criada por Alexander. Esse método têm como objetivo melhorar a postura do paciente através de exercícios de relaxamento e alongamento dos músculos.

Porém, só o tratamento não é suficiente, é preciso a prevenção. Para isso temos a massoterapia. Através dessa técnica é possível relaxar a musculatura e, ainda, estimular a circulação de sangue, o que previne contra espasmos e compressões.

Dor nas coluna

AÇÕES EM CASA

Não é o suficiente ir ao consultório médico, ao acupunturista ou ao massoterapeuta, se você não começar a ter novos comportamentos, certamente, a dor não irá te deixar em paz.

Sendo assim, comece a aplicar bolsas térmicas de gel no local da dor, elas são vendidas em farmácias e servem para promover o relaxamento da musculatura.

Caso sua intenção seja apenas a de melhorar uma inflamação ou até mesmo a dor tome o Ibuprofeno.

Além disso, você pode começar a praticar exercícios de alongamento que são específicos para quem tem dor na coluna. Lembrando que nesses exercícios é preciso ter acompanhamento de um profissional. E o mais importante, aonde quer que você esteja sempre fique atento a sua postura corporal, só assim evita-se a dor.

 

Gostou deste artigo? Para ver mais artigos interessantes como este Clique Aqui!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.