Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Cantora Thaeme recorre a alternativa natural para acelerar a queima de gorduras

Dicas de Saúde

Dor Pélvica: Causas, sintomas e tratamento

Nosso corpo é muito sensível, e quando há algo de errado ele já nos avisa em forma de dores na região. Uma das dores que acomete tanto homens e mulheres, de qualquer idade, são as dores pélvicas.

Essa é uma sensação incomoda, mas que acontece em todas as pessoas, pelo menos uma vez na vida. Em alguns casos essa dor não quer dizer nada, apenas um ligeiro incomodo na área pélvica.

Porém nem todos as situações em que sentimos dor nessa região é resultado de algo corriqueiro. Em algumas situações é um alerta de que algo não está funcionando bem.

Pode ser devido a uma infecção ou qualquer outro fator. Por isso é importante observar se essa dor é constante e qual a frequência com que ela ocorre. Por que pode ser uma situação para procurar um médico.

A infecção, que foi mencionada, pode ocorrer nos órgão internos da pessoa, como por exemplo: na bexiga, no intestino, no útero (em mulheres) ou na próstata (em homens).

Dor Pélvica

Para conhecer melhor sobre essa dor que está presente na vida de todos, continue lendo este artigo, pois você irá saber mais das causas e de como efetuar um tratamento eficaz.

CAUSAS DA DOR PÉLVICA

Essa é uma dor que pode ser resultado de diferentes fatores, ou seja, é uma dor multifatorial. Para ter um diagnóstico preciso é necessário ter uma consulta com o seu médico, no qual ele poderá avaliar melhor a sua situação.

Mas, de qualquer forma, é interessante conhecer quais as principais causas dessa sensação desconfortante. Vamos apontar agora quais os fatores que causam dor na região pélvica da mulher:

  • Cólicas menstruais;
  • Endometriose;
  • Fibrose no útero, caso que ocorre normalmente em mulheres que estão na meia idade;
  • Infecção de urina;
  • Gravidez que não ocorre dentro do útero (Gravidez ectópica);
  • E a própria gravidez pode provocar essa dor, porém é considerado algo normal, mas deve ser acompanhada por um profissional.

Como foi dito, os homens também sofrem com dores na pelve. Nessas situações as causas podem ser um pouco diferentes, como:

  • Dor ocasionada por infecção urinária;
  • Doença inflamatória na próstata, prostatite;
  • Infecção na área dos testículos, epididimite.

Existe, inclusive, situações que acomete ambos os sexos. Dentre esses fatores, podemos citar os mais comuns:

  • Inflamação que ocorre no abdômen por causa de uma bactéria: Peritonite;
  • Mal estar no intestino, como prisão de ventre por exemplo;
  • Problemas nos músculos da região pélvica;
  • DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis);
  • Pessoas que sofrem com pedra nos rins.

Na grande maioria dos casos em que a pessoa sente dor na pelve é por conta de uma infecção na bexiga. Mas, para se ter a certeza de que esse é o causador, é preciso falar com o médico, o qual vai pedir uma série de exames para confirmar a doença.

Outra situação muito comum, que acontece em ambos os sexos, é a prisão de ventre. Ela causa uma dor muito insuportável, porém pode passar em algumas horas.

COMO É O TRATAMENTO DESSA DOR?

Cada caso possui um tipo de tratamento especifico. Não tem como generalizar um único tratamento para todas as situações. Entretanto, a prevenção é possível todos os casos de dores pélvicas.

Dor Pélvica

Para evitar esse mal, o certo é tomar cerca de dois litros de água diariamente. Leve uma garrafinha de água para que você crie o hábito de tomar água constantemente.

Realizar algumas atividades físicas durante a semana também são excelentes saídas para evitar um transtorno com as dores pélvicas. Opte por exercícios que ajudam a fortalecer a região do abdômen.

Dessa maneira você estará evitando de ter que efetuar cirurgias ou tomar remédios e antibióticos para tratar este tipo de dor. Prevenir é constante.

Gostou deste artigo? Para ver mais artigos interessantes como este Clique Aqui!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.