Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Cantora Thaeme recorre a alternativa natural para acelerar a queima de gorduras

Doenças

O que é Lúpus: Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

Existem no mundo uma quantia superior a 100 tipos de doenças consideradas autoimunes, sendo o lúpus uma delas e vista como a mais comuns entre as pessoas. Isto porque o lúpus é uma doença que encontramos com maior facilidade nas pessoas, porém seus danos são extremamente perigosos a saúde, sendo necessário a busca por ajuda médica de forma imediata.

Assim que perceber os sintomas do lúpus o ideal é buscar o tratamento apara minimizar os sintomas que a doença provoca na pessoa. Caso queira saber mais sobre essa doença, continue lendo nosso posto onde daremos todas as informações de que você precisa.

TIPOS DE LÚPUS

Temos apenas dois tipos de lúpus que as pessoas podem contrair, sendo elas: a lúpus cutânea ou discoide, onde o principal órgão afetado é a pele, na qual surgem manchas vermelhas por toda a pele, em especial no rosto, couro cabeludo, braços, colos, ou seja, em toda região mais exposta ao sol.

O outro tipo de lúpus é a sistêmica, nessa encontramos um caso um pouco mais grave, pois aqui os órgãos internos são afetados através de inflamações.

O que é Lúpus

SINTOMAS DO LÚPUS

A lúpus é uma doença que varia de acordo com cada paciente. Temos aqueles em que os sintomas aparecem de forma repentina outros que vão surgindo de forma mais lenta. Existem aqueles pacientes que sofrem com a doença em seu nível leve, moderado ou até mesmo grave.

Ainda temos relatos de pessoas que tiveram lúpus, e foi um caso passageiro, outros em que se tornou algo permanente.

De qualquer maneira, encontramos mais situações de lúpus que são passiveis ao controle por meio de tratamento, tendo a possibilidade de até desaparecer depois de um período fazendo o tratamento de forma correta.

Além disso, o lúpus pode provocar diferentes sintomas, de acordo com o local atingido, os sintomas que são considerados mais comuns são:

  • Dores pelas articulações do corpo;
  • Febre;
  • Não conseguir respirar direito;
  • Dores na região peitoral;
  • Inchaço e maior rigidez nos músculos;
  • Cansaço;
  • Surgimento de feridas pela boca;
  • O cabelo começa a cair;
  • Ansiedade;
  • Sensação de mal-estar;
  • Surgem ínguas pelo corpo;
  • Dores de cabeça;
  • A memória começa a falhar;
  • Confusão mental;
  • O paciente fica mais sensível quando exposto ao sol;
  • Coceira em excesso;
  • Manchas vermelhas que aparecem na pele, as quais pioram quando a pessoa fica exposta ao sol.

 

A partir do momento em que o lúpus atinge outras regiões, os sintomas pode mudar e até mesmo piorar:

  • Coração: causa arritmia cárdica, ou seja, quando a frequência do batimento do coração acaba se alterando, para mais rápido ou mais lento;
  • Aparelho digestivo: quando afeta essa região provoca enjoos, vômito e dores na região abdominal;
  • Pulmão: a pessoa tem dificuldades em poder respirar e pode vir a tossir com um pouco de sangue;
  • Sistema nervoso central e cérebro: mudanças no comportamento, afeta de forma negativa a visão, dores de cabeça, convulsões e até mesmo formigamento pelo corpo.

DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

O que é Lúpus

O diagnóstico da doença é difícil, no momento não temos um exame que detecte com exatidão a doença. Nesse primeiro momento de suspeita, médico irá coletar as informações, pedir exames de urina, sangue e um de anticorpos (FAN).

Quando a doença é confirmada, inicia-se um tratamento que dura a vida toda do paciente. Devido ao fato de que essa é uma doença sem cura. Os medicamentos indicados são anti-inflamatórios e remédios que equilibrem o sistema imunológico.

CAUSAS

No momento não temos um consenso do que causa o lúpus. Tem quem diga que é uma doença de causa multifatorial, porém nada comprovado.

A PREVENÇÃO

Adote comportamentos mais saudáveis e evite se expor muito ao sol, pratique exercícios, coma bem, e, principalmente, evite fumar.

FATORES DE RISCO

  • Pessoas com descendência asiática, hispânica e afrodescendentes,
  • Pessoas do sexo feminino;
  • Com idade entre 15 a 40 anos.
Gostou deste artigo? Para ver mais artigos interessantes como este Clique Aqui!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.