Scroll Top

Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Biblioteca de Nutrientes

O que é Molibdênio?

O Molibdênio é um mineral encontrado em proporções mínimas no organismo, especialmente no intestino delgado e fígado, uma vez que uma de suas principais funções é auxiliar o corpo na síntese e metabolismo de hidratos de carbono, gorduras e proteínas.  Além de sua função enzimática, o molibdênio também atua na formação do esmalte dentário.

Esse mineral faz parte da constituição de diversos tecidos do corpo, principalmente pelo fato dele atuar no metabolismo de gorduras e proteínas. Assim que consumido, o mineral é prontamente absorvido pelo intestino delgado e seu excedente é excretado na urina. Além do fígado, outras regiões que possuem grande quantidade de molibdênio são os ossos e rins. Conheça tudo sobre o Molibdênio, suas principais funções no corpo humano e fontes de nutrição.

Molibdênio

Onde encontrar Molibdênio?

O Molibdênio pode ser encontrado principalmente em legumes, grãos, nozes, frutas e legumes. Também está na maioria dos produtos de origem animal, como carnes e leite, porém, em quantidade menor. As carnes que mais concentram molibdênio são fígado e rins.

Como é um nutriente bastante fácil de se consumir na dieta cotidiana e que é necessário em pequenas concentrações no corpo humano, sua deficiência é muito rara.

 

Quais são os principais benefícios do Molibdênio?

Proteção aos dentes: O Molibdênio é uma das substâncias que formam o esmalte dentário, sendo, portanto, um mineral altamente importante para a saúde bucal. Além de participar na formação do esmalte, ele também ajuda a manter a densidade óssea dos dentes e previne-os contra cáries.

Combate envelhecimento precoce: O Molibdênio também age como um poderoso antioxidante e desintoxicante corporal, combatendo pequenas infecções e a formação de radicais livres – os maiores responsáveis pelo envelhecimento precoce, uma vez que diminui a produção de colágeno, além da formação de tumores cancerígenos. Sua ação antioxidante também auxilia a pele na reparação de pequenos danos causados pelos raios solares e infecções. Ele também é importante na produção de xantina-oxidase, que leva ao ácido úrico, um dos principais antioxidantes do corpo.

Tratamento da impotência sexual: O Molibdênio tem função importante na manutenção da libido e do desempenho sexual, uma vez que existe uma relação do molibdênio com a formação de hormônios sexuais importantes, como o estrogênio e a progesterona, quando combinado ao cobre. Por isso, uma deficiência desses minerais causa uma baixa produção de hormônios sexuais, afetando também a fertilidade.

Combate à Anemia: O poder antioxidante do molibdênio estimula a produção de células sanguíneas, responsáveis pela oxigenação e o transporte de nutrientes no corpo, combatendo a anemia. Por ser um hormônio importante no metabolismo de gorduras e proteínas, o molibdênio atua também na manutenção do tônus muscular e no fornecimento de energia para o corpo.

Acelera o metabolismo: O Molibdênio está presente na formação de diversas enzimas digestivas, responsáveis principalmente pela quebra de proteínas e gorduras, que são moléculas mais difíceis de metabolizar. Por isso, ele atua como um estimulante ao metabolismo geral do corpo.

Molibdênio

Deficiência de molibdênio

A deficiência de molibdênio é muito rara e não foi observada em pessoas saudáveis, principalmente pela facilidade de consumo desse mineral que é tão importante. Por outro lado, alguns sinais de sua deficiência são: Taquicardia, náusea e vômitos, letargia, desorientação, cefaléia, taquipnéia. O desgaste do esmalte dentário e enfraquecimento dos dentes também é um dos principais efeitos negativos da deficiência desse nutriente no corpo, deixando-os mais vulneráveis à formação de placas bacterianas e aparecimento de cáries.

Em 1983, foi publicado um estudo epidemiológico sobre certas regiões da África, Rússia e China que correlacionava a deficiência de Molibdênio com o aumento de câncer de esôfago, o que pode ser explicado pela importância antioxidante que esse nutriente tem ao corpo.

 

 

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.