Scroll Top

Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Biblioteca de Nutrientes

O que é Niacina?

As vitaminas são alguns dos nutrientes mais essências para o bom funcionamento do nosso organismo, estando presentes em diversos processos, como o fornecimento de energia, fortalecimento imunológico, digestão e absorção de nutrientes.

A Niacina é uma das oito vitaminas do complexo B, também conhecida por vitamina B3 ou PP. É uma vitamina hidrossolúvel, que pode aparecer em mais duas outras formas, niacinamida (nicotinamida) e inositol hexanicotinato, que tem efeitos diferentes dentro da gama de funções da Niacina. Conheça tudo sobre a niacina, sua importância para o organismo, principais fontes e benefícios à saúde.

Niacina

A Absorção da Niacina é feita no intestino delgado e seu excesso, excretado na urina. Dentre os diversos efeitos da vitamina, ela auxilia na metabolização de carboidratos e gorduras, produção de hormônios, proteção geral do organismo, atua na circulação e no sistema nervoso e, por isso, é importante para o funcionamento equilibrado de todos os sistemas.

 

Onde encontrar Nacina?

A Niacina é uma vitamina muito fácil de encontrar em diversos alimentos da dieta comum e, por isso, dificilmente temos deficiência da mesma. Em carnes, ela é encontrada principalmente em fígado e peixes, como bacalhau, atum e sardinha. Nos alimentos de origem vegetal, pode-se encontrar a Niacina em grãos integrais, e cereais, como trigo e farelo de arroz.

Também existe nas sementes e oleaginosas, em alguns vegetais, como abóbora e batata doce e em frutas como goiaba, pêssego e nectarina. Um grande cuidado que se deve ter com a niacina é no cozimento dos alimentos, pois esse processo pode levar à perda do nutriente, por isso, a melhor maneira de se consumi-los é cru ou assado.

 

Quais são os principais benefícios da Niacina?

Controle do Colesterol: Vários estudos relacionam a niacina com o aumento dos níveis do colesterol bom (HDL) e à diminuição do colesterol ruim, os triglicerídeos tão bem ou até melhor do que medicamentos específicos. Por isso, a niacina é uma das melhores vitaminas a serem consumidas por pessoas que tenham colesterol alto podendo até mesmo reduzir a necessidade de utilização de medicamentos, em alguns casos.

Melhora a circulação: O efeito de redução do colesterol ruim (LDL) que a niacina provoca no organismo tem também o efeito de desobstruir os vasos sanguíneos, especialmente os do coração, melhorando a circulação em uma pressão mais baixa. Por essa maneira, a Niacina também auxilia na prevenção  de doenças cardíacas, especialmente derrames e infartos. Em pessoas que já sofreram infartos, a vitamina B3 diminui os riscos de reincidência.

Combate à artrite: A Niacinamida, uma das formas da vitamina B3 tem efeito eficaz na redução dos sintomas da artrite, como dores e imobilidade de articulação, reduzindo as inflamações e a quantidade de drogas anti-inflamatórias utilizadas no tratamento da doença.

Tratamento da Esquizofrenia: Algumas pesquisas sugerem que a niacina pode ter o efeito de corrigir determinadas deficiências com sintomas neurológicos, como a Esquizofrenia e a doença de Parkinson, que tem seus sintomas aumentados na deficiência de Niacina, conhecida como pelagra.

Niacina

Deficiência de Niacina

A deficiência de Niacina pode trazer vários problemas à saúde, a começar por uma desestabilização do metabolismo, dificultado a absorção de nutrientes e a metabolização de carboidratos e gorduras. Em pessoas com doença de Parkinson, a deficiência dessa vitamina pode agravar os sintomas da doença. Outros sintomas específicos da falta de Niacina, ou pelagra, podem ser: indigestão, fadiga, aftas, vómitos, problemas na circulação, depressão, rachados, pele escamosa, demência, diarreia, queimação na boca, inchaço e vermelhidão na língua.

Alguns dos grupos que mais apresentam riscos de deficiência dessa vitamina são pessoas que sofrem de anorexia, obesidade ou consumidores de dietas ricas em milho e pobres em proteínas animais, pessoas em diálise, com câncer, alcoolismo crônico e com HIV e por isso, precisam tem maior cuidado para manter o consumo da vitamina B3.

 

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.