Aprenda Como EMAGRECER De Vez de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...   Coloque seu E-mail para te enviar o Material que vai mudar a sua vida....

Cantora Thaeme recorre a alternativa natural para acelerar a queima de gorduras

Remédios Caseiros

Remédios caseiros para tratar micose

A micose é uma doença de pele causada por fungos. Você sabia que a micose pode afetar outras áreas do corpo? Além da pele, os fungos podem afetar o couro cabeludo, a virilha e até mesmo as unhas.

Quais os sintomas?

Dentre os sintomas da micose estão a coceira, cútis descascada, frieira (lesão que atinge a pele, causando coceiras e descamações) e lesões arredondadas levemente avermelhadas, que causam coceira e descamação. Estes sintomas podem surgir em qualquer parte do corpo.

Como é a forma de contágio?

A causa da manifestação desta doença é originária de várias formas e o seu tratamento leva certo tempo. Podemos citar, por exemplo, alguns ambientes que favorecem o contágio destes fungos: Ambientes úmidos, boxes de banheiro e vestiários.

Por isso, uma das recomendações para a prevenção do contágio é ter sempre bons cuidados de higiene, evitar andar descalço em locais úmidos e principalmente lugares públicos; e manter o corpo sempre seco (uma atenção reforçada nos pés, já que a frieira costuma se manifestar no vão dos dedos dos pés).

A micose é uma doença de pele causada por fungos. Você sabia que a micose pode afetar outras áreas do corpo? Além da pele, os fungos podem afetar o couro cabeludo, a virilha e até mesmo as unhas. Quais os sintomas? Dentre os sintomas da micose estão a coceira, cútis descascada, frieira (lesão que atinge a pele, causando coceiras e descamações) e lesões arredondadas levemente avermelhadas, que causam coceira e descamação. Estes sintomas podem surgir em qualquer parte do corpo. Como é a forma de contágio? A causa da manifestação desta doença é originária de várias formas e o seu tratamento leva certo tempo. Podemos citar, por exemplo, alguns ambientes que favorecem o contágio destes fungos: Ambientes úmidos, boxes de banheiro e vestiários. Por isso, uma das recomendações para a prevenção do contágio é ter sempre bons cuidados de higiene, evitar andar descalço em locais úmidos e principalmente lugares públicos; e manter o corpo sempre seco (uma atenção reforçada nos pés, já que a frieira costuma se manifestar no vão dos dedos dos pés). Como tratar a micose? Existe uma série de medicamentos voltados ao tratamento da micose, que vão desde medicamentos orais a pomadas, que devem ser utilizados por semanas e dependendo da situação, por meses.  Há casos em que o indivíduo precisa fazer uso dos medicamentos por cerca de um ano, e por conta disso, acaba abandonando o tratamento.  Para aqueles que abandonaram o tratamento de medicamentos, saiba que também há métodos caseiros de tratar estas infecções, que são tão eficazes quanto os remédios industrializados.  A seguir, conheça três remédios caseiros que combatem e tratam a micose. 1) Compressa de sálvia: Um dos tratamentos caseiros mais eficazes é a compressa de sálvia. O procedimento é bem simples, basta colocar na região afetada pelos fungos a compressa de sálvia. A compressa contém apenas duas gotas do óleo essencial de sálvia, mas é o suficiente, uma vez que o ingrediente possui propriedades que ajudam na cicatrização da pele.  Após passar o algodão (ou gaze) na região afetada, cubra com um pano limpo e deixe o óleo atuar na pele. 2) Chá de folhas de aipim: Para este medicamento, é preciso ferver 250 ml de água e acrescentar na sequência três folhas picadas de aipim. Deixe a mistura repousar por dez minutos. Depois, coe e molhe um pedaço de algodão no chá e aplique no local afetado por pelo menos três vezes ao dia, após o banho. Este tratamento deve ser feito até a micose desaparecer. Para se assegurar com o sucesso do tratamento, passe o chá na área por mais dois dias. Tome cuidado ao lidar com as folhas de aipim, pois elas são tóxicas e não devem ser ingeridas. Seu uso é exclusivamente externo. Dica: Após passar o chá na região afetada, a pele ficará um pouco ressecada, por isso, é recomendado que faça uma hidratação com uma pequena porção de óleo de amêndoas.  3) Mistura de babosa e melaleuca: Este remédio caseiro além de tratar a micose,  também é muito eficaz para o famoso "pé de atleta", pois estas duas plantas contêm propriedades que ajudam a eliminar os fungos e a reduzir os sintomas. Para isso, é preciso de 125 ml de suco de babosa e meia colher de óleo essencial de melaleuca. Misture os dois ingredientes até formar uma mistura homogênea. Depois, coloque a receita em um frasco vaporizador. Este medicamento caseiro deve ser usado como um spray, por isso sempre que usá-lo, agite-o sempre e aplique duas vezes por dia sobre as lesões. Faça uso da mistura por um mês.  Estes remédios caseiros possuem componentes que auxiliam no combate à cicatrização da cútis e na micose. Mas vale o lembrete: Apesar deste artigo trazer tratamentos caseiros e eficazes, nunca deixe de consultar um profissional. E se consultá-lo, nunca deixe o tratamento por incompleto.

Como tratar a micose?

Existe uma série de medicamentos voltados ao tratamento da micose, que vão desde medicamentos orais a pomadas, que devem ser utilizados por semanas e dependendo da situação, por meses.

Há casos em que o indivíduo precisa fazer uso dos medicamentos por cerca de um ano, e por conta disso, acaba abandonando o tratamento.

Para aqueles que abandonaram o tratamento de medicamentos, saiba que também há métodos caseiros de tratar estas infecções, que são tão eficazes quanto os remédios industrializados.

A seguir, conheça três remédios caseiros que combatem e tratam a micose.

1) Compressa de sálvia: Um dos tratamentos caseiros mais eficazes é a compressa de sálvia. O procedimento é bem simples, basta colocar na região afetada pelos fungos a compressa de sálvia. A compressa contém apenas duas gotas do óleo essencial de sálvia, mas é o suficiente, uma vez que o ingrediente possui propriedades que ajudam na cicatrização da pele.

Após passar o algodão (ou gaze) na região afetada, cubra com um pano limpo e deixe o óleo atuar na pele.

2) Chá de folhas de aipim: Para este medicamento, é preciso ferver 250 ml de água e acrescentar na sequência três folhas picadas de aipim. Deixe a mistura repousar por dez minutos. Depois, coe e molhe um pedaço de algodão no chá e aplique no local afetado por pelo menos três vezes ao dia, após o banho. Este tratamento deve ser feito até a micose desaparecer. Para se assegurar com o sucesso do tratamento, passe o chá na área por mais dois dias.

Tome cuidado ao lidar com as folhas de aipim, pois elas são tóxicas e não devem ser ingeridas. Seu uso é exclusivamente externo.

Dica: Após passar o chá na região afetada, a pele ficará um pouco ressecada, por isso, é recomendado que faça uma hidratação com uma pequena porção de óleo de amêndoas.

A micose é uma doença de pele causada por fungos. Você sabia que a micose pode afetar outras áreas do corpo? Além da pele, os fungos podem afetar o couro cabeludo, a virilha e até mesmo as unhas. Quais os sintomas? Dentre os sintomas da micose estão a coceira, cútis descascada, frieira (lesão que atinge a pele, causando coceiras e descamações) e lesões arredondadas levemente avermelhadas, que causam coceira e descamação. Estes sintomas podem surgir em qualquer parte do corpo. Como é a forma de contágio? A causa da manifestação desta doença é originária de várias formas e o seu tratamento leva certo tempo. Podemos citar, por exemplo, alguns ambientes que favorecem o contágio destes fungos: Ambientes úmidos, boxes de banheiro e vestiários. Por isso, uma das recomendações para a prevenção do contágio é ter sempre bons cuidados de higiene, evitar andar descalço em locais úmidos e principalmente lugares públicos; e manter o corpo sempre seco (uma atenção reforçada nos pés, já que a frieira costuma se manifestar no vão dos dedos dos pés). Como tratar a micose? Existe uma série de medicamentos voltados ao tratamento da micose, que vão desde medicamentos orais a pomadas, que devem ser utilizados por semanas e dependendo da situação, por meses.  Há casos em que o indivíduo precisa fazer uso dos medicamentos por cerca de um ano, e por conta disso, acaba abandonando o tratamento.  Para aqueles que abandonaram o tratamento de medicamentos, saiba que também há métodos caseiros de tratar estas infecções, que são tão eficazes quanto os remédios industrializados.  A seguir, conheça três remédios caseiros que combatem e tratam a micose. 1) Compressa de sálvia: Um dos tratamentos caseiros mais eficazes é a compressa de sálvia. O procedimento é bem simples, basta colocar na região afetada pelos fungos a compressa de sálvia. A compressa contém apenas duas gotas do óleo essencial de sálvia, mas é o suficiente, uma vez que o ingrediente possui propriedades que ajudam na cicatrização da pele.  Após passar o algodão (ou gaze) na região afetada, cubra com um pano limpo e deixe o óleo atuar na pele. 2) Chá de folhas de aipim: Para este medicamento, é preciso ferver 250 ml de água e acrescentar na sequência três folhas picadas de aipim. Deixe a mistura repousar por dez minutos. Depois, coe e molhe um pedaço de algodão no chá e aplique no local afetado por pelo menos três vezes ao dia, após o banho. Este tratamento deve ser feito até a micose desaparecer. Para se assegurar com o sucesso do tratamento, passe o chá na área por mais dois dias. Tome cuidado ao lidar com as folhas de aipim, pois elas são tóxicas e não devem ser ingeridas. Seu uso é exclusivamente externo. Dica: Após passar o chá na região afetada, a pele ficará um pouco ressecada, por isso, é recomendado que faça uma hidratação com uma pequena porção de óleo de amêndoas.  3) Mistura de babosa e melaleuca: Este remédio caseiro além de tratar a micose,  também é muito eficaz para o famoso "pé de atleta", pois estas duas plantas contêm propriedades que ajudam a eliminar os fungos e a reduzir os sintomas. Para isso, é preciso de 125 ml de suco de babosa e meia colher de óleo essencial de melaleuca. Misture os dois ingredientes até formar uma mistura homogênea. Depois, coloque a receita em um frasco vaporizador. Este medicamento caseiro deve ser usado como um spray, por isso sempre que usá-lo, agite-o sempre e aplique duas vezes por dia sobre as lesões. Faça uso da mistura por um mês.  Estes remédios caseiros possuem componentes que auxiliam no combate à cicatrização da cútis e na micose. Mas vale o lembrete: Apesar deste artigo trazer tratamentos caseiros e eficazes, nunca deixe de consultar um profissional. E se consultá-lo, nunca deixe o tratamento por incompleto.

3) Mistura de babosa e melaleuca: Este remédio caseiro além de tratar a micose,  também é muito eficaz para o famoso “pé de atleta”, pois estas duas plantas contêm propriedades que ajudam a eliminar os fungos e a reduzir os sintomas. Para isso, é preciso de 125 ml de suco de babosa e meia colher de óleo essencial de melaleuca. Misture os dois ingredientes até formar uma mistura homogênea. Depois, coloque a receita em um frasco vaporizador. Este medicamento caseiro deve ser usado como um spray, por isso sempre que usá-lo, agite-o sempre e aplique duas vezes por dia sobre as lesões. Faça uso da mistura por um mês.

Estes remédios caseiros possuem componentes que auxiliam no combate à cicatrização da cútis e na micose.

Mas vale o lembrete: Apesar deste artigo trazer tratamentos caseiros e eficazes, nunca deixe de consultar um profissional. E se consultá-lo, nunca deixe o tratamento por incompleto.

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.